Fale com o Engenheiro
(11) 93288-6660

UMA VISÃO FUTURISTA DE USO DE DRONES NO MAPEAMENTO

    Atualmente muito tem se abordado sobre os diversos usos de drones em diversos segmentos. Provavelmente as áreas de Mapeamento e Topografia foram as que inicialmente mais têm absorvido esta tecnologia, os “por quês” destas questões seram informados em próximas NEWS.  O fato é que esta tecnologia estabeleceu-se no mercado , no campo de mensuração e mapeamentos, os princípios utilizados são o de fotogrametria e estereoscopia, onde, através da aquisição de  imagens com uma margem de sobreposição frontal e lateral uma da outra (overlap e sidelap) realizará o mapeamento. 

               Figura 1- Ilustração sobre sobreposição frontal e lateral (frontlap e sidelap).

    Antigamente, o formato comum de aerolevantamento era a utilização de aeronaves convencionais, com uma câmera e filmes a bordo, a câmera  realizava disparos de câmeras e posteriormente realizava o processamento, correndo os riscos de voos, burocracias governamentais, custo de aquisição e manutenção de todos estes equipamentos, onde tudo isto, impreterivelmente irá  onerar os custos dos produtos realizados por estes voos.

Figura 2- Foto de Câmera Aerofotogrametrica

   Os dias atuais, com o advento de novas tecnologias que permitiu miniaturizar toda esta tecnologia e  consequentemente baratear, em levantamentos aéreos de pequenas áreas os drones (multirrotor ou asa-fixa) se apresentam de forma competitiva. 

 

                                      

                      Figura 3 - Foto de Drone Phatom 3                                                                    Figura 4 - Lançamento de Drone Asa-Fixa

   E quais são as perspectivas para o futuro?

   Tudo indica que cada vez mais irá diminuir os custos de aquisição (CLARO!) mas muito mais que isto será a automatização do processamento dos dados adquiridos em tempo real, já imaginou o drone realizando o levantamento e em tempo real montar sua planta? Tudo Georreferenciado, pronto para realizar a impressão e assinar?

   - Imprimir? Assinar? Qual a finalidade de impressão física em um mundo cada vez mais digital e dinâmico? 

   Todas estas perguntas, serão questões que o futuro responderá: realizaremos impressões ou não, e que tal imaginar uma planta sendo projetada em um holograma?

   Os caminhos indicam que as informações serão produzidas e processadas em tempo real e a tomada de decisão será de modo rápido. Uma ideia de futuro bastante interessante sobre utilização de Drones é a do seriado BLACK MIRROR no episódio ENGENHARIA REVERSA, em que uma equipe invadirá uma área e utiliza de Drones para mapeamento, até então, nada de novo, mas a questão está na agilidade de processamento de dados e auxilio na tomada de decisão. 

    Não iremos contar mais nada, vale a pena dar o play no vídeo abaixo e assistir curta ação do episódio  que estamos citando!

 

  Aerolevantamentos estão se tornando cada vez mais acessível a todos e cada vez mais a automatização irá ganhar espaço nesta área. Muita coisa ainda esta por vir, fique atualizado!!

 

 

Voltar